sábado, 22 de fevereiro de 2014

Ah! - Olindo Santana

Ah! Se num momento de ternura,
você liberta a minha alma,
e me permite novamente cantar!

Ah! Se roda a roda do destino,
e tendo fim meu desatino,
eu volto novamente a sonhar!

Ah! Todos os caminhos que conheço,
eu juro até que eu me esqueço,
só pra nunca mais me magoar!

Ah! E vendo o mundo da esquina,
da minha janela vejo a menina,
que pode a minha vida mudar!

Juro, nunca mais faço besteira,
evito até más brincadeira,
pra nunca mais testemunhar
                o meu penar