sexta-feira, 17 de outubro de 2014

Segredo - Olindo Santana

Invisível te acaricio,
tão secreto, mas compreensível,
que embora pareça pouco,
meu coração festeja louco,
a doce visão dos teus arrepios.

É que te amo em segredo,
não porque tenho medo,
mas porque não sei o que faria,
se explodindo de alegria,
resolvesses corresponder.

Porque se juntos,
em um lindo dia,
desfrutássemos, eu e você,
tudo o que a vida deixa viver,
meu Deus, não sei se eu viveria.