quinta-feira, 24 de abril de 2014

Me Diz - Olindo Santana

Me diz agora, o que será de nós,
se perdidos um do outro,
perdermos também a memória,
de tudo o que fomos outrora,
e que não mais seremos,
outra hora.
Me diz em quantas vidas,
nossas vidas esquecidas,
em vão buscarão perder,
o seu desejo de mim,
o meu desejo de você.
E diz pra minha lágrima
que chora,
da saudade e da demora,
de te querer como agora,
que o mundo é belo lá fora.
E eu te digo que como te amo,
com toda essa saudade
que te reclama,
ninguém vai reavivar a chama,
a não ser o mesmo ser
que você ama.
E como quem te ama sou eu,
e como quem me ama é você,
meu Deus! Que loucura,
uma ao outro perder,
se perdidos de amor,
juntos podemos viver!...

- Olindo Santana