segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Suave Encanto - Olindo Santana

Quando a felicidade tocou
meu coração em pranto,
depois de tantos anos procurando,
passa a passo, teu suave encanto,

tudo em minha vida se iluminou,
como se ilumina o dia e a flor,
com os raios delicados do sol da manhã,
que acima da montanha a vida em ouro banha.

Já não fugias, passeava ou passava por mim,
enfim, em ti, tudo o que eu esperava ficava.
E, eu me sentia em paz, e em paz te amava.

E esse calor que desperta jasmins nos jardins,
encontrei em teu corpo quente, belo e perfumado,
amando silenciosamente, e silenciosamente amado.