segunda-feira, 7 de outubro de 2013

Corre - Olindo Santana


Corre, acelera teus passos,
na solidão da nostalgia.
Ainda é cedo, mas tarde o dia,
para procurar sentimentos escassos.

Não espere que a miragem,
dos sentimentos confusos,
provoquem pensamentos escusos,
que de ti mesmo tirem vantagens.

Corre, antes que o céu se escureça,
tenha coragem, erga a cabeça,
antes que a vida te desvaneça.

Acenda a lâmpada da confiança,
acorde o arco-íris com um beijo de esperança,
e corre, alcança, depois festeja e dança!