sábado, 4 de maio de 2013

Liberdade - Olindo Santana

O meu coração só te dá carona,
porque és livre para partir.
Embora entristeça meus olhos,
o que não quero é te ver chorar,
e se chorares, deixa, que te enxugo
com a minha dor as tuas lágrimas.

Prefiro te ver partindo
( eu consentindo em prantos );
que ver murchar tuas asas,
que desabrocharam para outros mundos.
Sou o teu cavalheiro devoto.
Mas também posso ser o teu sol

Que nada cobra, que te dá vida.
Deixa-me triste, na tua partida.
Que mesmo assim celebrarei,
quando encontrares com tuas asas
a liberdade que nunca te dei
nos breves momentos que te amei.


Ofertório:

A quem deseja liberdade,
que os ventos conceda à graça.
Que as mãos nunca aprisione
o sonho gracioso de conquistar
o ar, o céu, o amor... a vida!