quinta-feira, 16 de maio de 2013

Quadras - Olindo Santana

Não me faça perguntas
que não te posso responder.
E nem me deixe encabulado
com ciúme de você.

Me machuca, mas não pisa,
me escraviza, mas não humilha,
outro dia eu vi jogado
um príncipe que virou sapo.

Quando a gente não espera
tudo se faz  acontecer,
o amante se faz distante,
o outro nem navio ver.

Não adianta resposta dá,
se verdadeira ela não é,
pois quantos se fazem de Cristo,
sem ao menos saber rezar.