quarta-feira, 24 de abril de 2013

Foi..Pela - Olindo Santana

Não foi porque,
Até nomes na areia,
Naquele dia escrevi,
Que me apaixonei.
Foi porque o cenário perfeito
De repente se construiu.
Foi porque o meu ser inteiro sorriu.
E me entreguei, e me guiei,
Pela maré que não subiu.
Pela lua cheia que apareceu.
Pelo silêncio que se permitiu.
Pela certeza segura do amor
Que subitamente nasceu.



Foi porque teu corpo inteiro sorriu.
E me fez feliz, e me consentiu,
Se fazer homem, você mulher,
Sob o espaço aberto do céu,
Que tudo tudo, ainda hoje o é,
Exatamente como começou,
No instante perfeito que se fez,
Quando a própria natureza conspirou.